Skip to content Skip to left sidebar Skip to right sidebar Skip to footer

Junta de Freguesia

TRANSPORTE PÓVOA DE VARZIM | Semana de 26 a 30 de julho

Dia 19 de julho (segunda-feira), começam as inscrições para a ida à Praia da Póvoa de Varzim.
Só estarão disponíveis bilhetes diários em virtude da situação pandémica atual.
No momento da inscrição, os cidadãos que integrem os grupos etários contemplados pelo programa de vacinação da Covid-19, devem apresentar comprovativo de vacinação (cartão com registo das duas doses da vacina ou certificado digital)
Mais informações:
– Nos horários de expediente da secretaria da Junta de Freguesia;
– Telefone: 253 576 884;
– E-mail: geral@caldasdastaipas.com

Caldas das Taipas ganha candidatura que traz mais investimento para o Rio Ave

A Junta de Freguesia de Caldelas submeteu à APA – Agência Portuguesa do Ambiente uma candidatura para continuar o processo de requalificação e valorização do Rio Ave.

O resultado dessa candidatura que foi aprovada foi tornado público na passada segunda-feira. A Agência Portuguesa do Ambiente transferirá 50.000,00 euros para que Caldas das Taipas continue o processo de reabilitação do Rio Ave.

O projeto procura dar corpo a diferentes medidas que objetivam a reabilitação e restauro fluvial, assumindo como preponderante esse mesmo envolvimento e comprometimento da população, para que um novo legado seja deixado às novas gerações. Para além da recuperação do corredor ribeirinho e estabilização das margens, são objetivos do projeto, a promoção de iniciativas de valorização do território.

Esta é mais uma conquista no trabalho desenvolvido pra Junta de Freguesia e por todos os taipenses.

#caldasdastaipas

#umavilaemmudança

Casa Mortuária das Caldas das Taipas Avança – Assembleia de Freguesia autoriza protocolo entre Junta de Freguesia e Paróquia de Caldelas

Na passada segunda feira foi dado mais um passo para a construção da casa mortuária na zona da Igreja Velha.

O projeto desenvolvido pela Comissão Fabriqueira da Paróquia de S. Tomé de Caldelas terá o apoio da Junta de Freguesia de Caldelas e da Câmara Municipal de Guimarães.

O edifício histórico será objeto de reabilitação e alargamento com o objetivo de dotar o espaço de melhores condições para a realização de cerimónias fúnebres de todos os credos. A Assembleia de Freguesia autorizou a Junta de Freguesia a celebrar um protocolo com a paróquia para este fim.

 

Uma autêntica revolução para tornar Caldas das Taipas numa Vila referência do país

Domingos Bragança, Presidente da Câmara Municipal de Guimarães e Luis Soares, Presidente da Junta de Freguesia de Caldelas, inauguraram no dia 19 de junho de 2021 a Requalificação da Alameda Rosas Guimarães e Rua Dr. Joaquim Ferreira Monteiro, integrada nas comemorações do dia 19 de junho de 1940 (Dia da Vila de Caldas das Taipas) e do 24 de junho de 1128 (Dia do Município de Guimarães).

 

“O que está a acontecer nas Caldas das Taipas não é uma simples mudança é uma verdadeira revolução, que não se substancia apenas na transformação do espaço público, mas na forma como todos os taipenses e os que gostam da Vila das Taipas olham para o futuro” afirmou o Presidente da Junta de Freguesia Luis Soares, lembrando os sonhos, as ambições e utopias do passado de uma terra de “gente boa, gente que faz e gente feliz”. Indicou ainda que “esta importante artéria liga o centro cívico histórico, que também está a ser requalificado, ao nosso cartão de visita, o Parque de Lazer, com toda a sua componente ambiental, que é ladeado pelo Rio Ave” recordando o vereador José Francisco Rosas Guimarães que dá nome a esta importante artéria de Caldas das Taipas.

 

Domingos Bragança, Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, recordou “a dimensão e perspetiva de futuro que Rosas Guimarães deu a esta Alameda, destacando a beleza da intervenção numa que é “a artéria principal e marca identitária das Caldas das Taipas”, afirmando ainda “o envolvimento da comunidade e das instituições das Caldas das Taipas na construção do futuro com uma forte preocupação ambiental”, que contribuirá “para o caminho de futuro que queremos percorrer para vermos Guimarães Capital Verde Europeia e do desenvolvimento sustentável”.

 

Domingos Bragança reforçou ainda que “daqui a três anos, as Caldas das Taipas, transforma-se numa das Vilas referência do País”, fazendo referência às intervenções já realizadas no espaço público, mas também as que estão em curso como é exemplo a requalificação do centro cívico das Caldas das Taipas.

 

A empreitada de reperfilamento da Alameda Rosas Guimarães e Rua Joaquim Ferreira Monteiro foi adjudicada pela Câmara Municipal de Guimarães incluiu a criação uma nova praça pedonal no último canteiro da Alameda, junto ao parque de lazer, a requalificação das vias e de todos os passeios ao longo do arruamento, o reforço da vegetação, áreas de jardim e árvores, a colocação de novas luminárias e mobiliário urbano.

 

A obra, representa um investimento superior a 347 mil euros, tendo sido realizada pela empresa M. Couto Alves SA.

 

 

#caldasdastaipas

#umavilaemmudança

PASSEIO DA FREGUESIA | Passeio ao Alto Minho (Ponte da Barca, Arcos de Valdevez, Viana do Castelo, Vila Praia de Âncora e Esposende)

Dia 21 de junho (segunda-feira) começam as inscrições para o Passeio ao Alto Minho, que se irá realizar no dia 26 de junho (sábado).
Serão garantidas todas as medidas sanitárias exigidas pela DGS.
Mais informações:
– Nos horários de expediente da secretaria da Junta de Freguesia;
– Telefone: 253 576 884;
– E-mail: geral@caldasdastaipas.com

INFORMAÇÃO | Utentes com mais de 60 anos por vacinar (Covid-19)

Tendo em conta que alguns utentes com mais de 60 anos ainda não foram vacinados, o ACES Alto Ave vai iniciar a partir do dia de hoje, no Centro de Vacinação COVID-19, um horário específico para vacinação.
Para o efeito informa-se que o utentes inscritos nas Unidades Funcionais do ACES Alto Ave, para iniciar o processo de vacinação devem, sem marcação prévia, deslocar-se ao Centro de Vacinação de Guimarães, localizado no Pavilhão Multiusos, munidos do documento de identificação (Bilhete de Identidade/Cartão de Cidadão).
Horário: das 18h00 às 19h30 (capacidade 198 pessoas por dia)

COMUNICADO

Tendo sido ordenada a transferência para a conta bancária da Freguesia, respeitante à gratificação pelo exercício de funções como membro da Mesa da Assembleia de Voto da Freguesia, relativa às eleições para a Presidência da República de 24 de janeiro de 2021, comunicamos que a partir da próxima quarta feira, dia 16 de junho, estará em pagamento a respetiva gratificação.

O respetivo valor será abonado aos próprios, na Secretaria da Freguesia, mediante a assinatura da Ordem de Pagamento e com a apresentação do Cartão de Cidadão ou Bilhete de Identidade e NIF, no seguinte horário:

De segunda a sexta-feira das 09h30 às 12h30 e das 14h00 às 17h00.

Caldas das Taipas e Junta de Freguesia de Caldelas, aos 11 de junho de 2021

O Presidente da Junta de Freguesia

INFORMAÇÃO| Queimas e Queimadas

Por recomendação do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, e tendo em conta as condições meteorológicas previstas para as próximas semanas, em especial o aumento da temperatura, bem como o agravamento do risco de incêndio para o Município, a realização de Queimas e Queimadas encontra-se interdita até 30 de junho.
Salientando-se que as comunicações efetuadas previamente para realização de queimas e queimadas no período referido, são consideradas não autorizadas pelo Município.

Seminário “Cuidador Informal – Cuidar de quem Cuida” decorreu esta terça-feira nas Caldas das Taipas

Numa iniciativa que partiu do Gabinete de Intervenção Social da Junta de Freguesia de Caldelas, entidades do sector social, técnicos, especialistas e autarcas discutiram a temática dos Cuidadores Informais, analisando os benefícios e também as dificuldades já verificadas nas etapas e no processo, numa altura em que se perspetiva o alargamento da medida a todo o país.

Recorde-se que em 2019 foi aprovada a Lei n.º 100/2019, definindo o Estatuto do Cuidador Informal, através de um conjunto de normas que regulam os direitos e deveres do cuidador e da pessoa cuidada, que há vários anos lutam por ver os seus direitos assegurados na legislação portuguesa. Esta legislação estabelece as respetivas medidas de apoio comuns e específicas, tendo iniciado um projeto-piloto que terminará no final deste mês de maio, para residentes em 30 concelhos do país.

Luis Soares, Presidente da Junta de Freguesia de Caldelas e Deputado à Assembleia da República, reconheceu o caminho percorrido nesta matéria, lembrando que há ainda trabalho por fazer para que a medida chegue efetivamente ao maior número de cuidadores, indicando “que todos vão ser precisos para cuidar de uma população cada vez mais envelhecida”. Indicou que o caminho “não pode ser feito de cima para baixo mas na horizontal, envolvendo o governo central, as instituições do estado, as autarquias, as instituições locais e a população”.

A Dra. Paula Oliveira, vereadora da Ação Social do Município de Guimarães, destacou o trabalho da Câmara Municipal na promoção do Programa “Guimarães Concelho Cuidador”, um projeto em rede, com a participação de várias entidades parceiras, que procura dar resposta aos cuidadores e instituições de Guimarães através de “atendimento individualizado” e disponibilidade de recursos nas áreas do conhecimento, apoio jurídico ou capacitação de formação, entre outras. Destacou ainda a disponibilidade do município, das suas freguesias e instituições do setor social para abraçar este e outros projetos sociais, direcionados para a população mais frágil. Já na sessão de encerramento destacou a tarefa principal é “cuidar da vida”

O Diretor do Centro Distrital de Braga do Instituto da Segurança Social, Dr. João Ferreira, focou os números desta medida, sendo que o projeto-piloto foi desenvolvido no distrito de Braga nos concelhos de Cabeceiras de Basto e Vieira do Minho.

Numa intervenção do Dr. Hugo Conceição, Diretor do Núcleo de Prestações Familiares e de Solidariedade, foram abordados os direitos e medidas de apoio que o estatuto do cuidador informal implementa. Também a Dra. Fátima Saraiva, Presidente da Associação de Cuidadores Because I Care – Associação para Apoiar e Cuidar de Pessoas que Cuidam, que tem como objetivo desenvolver serviços de suporte que visem a saúde e o bem-estar para diminuição da sobrecarga proveniente do ato de cuidar, instituição sediada em Guimarães, destacou a intervenção que realiza junto dos cuidadores.  Também o Gabinete de Intervenção Social da freguesia de Caldelas partilhou as diversas medidas de apoio social que tem no terreno.

Projeto “Bicla nas Taipas” é apresentado no próximo domingo

A Freguesia de Caldelas tem desenvolvido nos últimos quatro anos inúmeros projetos na área do desenvolvimento sustentável e na defesa do meio ambiente o que valeu o reconhecimento do 1º lugar a nível nacional no galardão de Eco-Freguesia XXI, em 2019.

No próximo domingo, pelas 10h30, no Parque de Lazer das Caldas das Taipas, a Junta de Freguesia de Caldelas apresenta o projeto “Bicla nas Taipas” –– com o objetivo de CAPACITAR, FORMAR E EDUCAR PARA A SUSTENTABILIDADE dando seguimento e, assumindo a Freguesia de Caldelas parte integrante, dos compromissos do Município de Guimarães, desde a sua candidatura a Capital Verde Europeia em 2014, mas também em 2021 com o Prémio Nacional de Sustentabilidade, e irá reforçar os investimentos já realizados na freguesia, como a ampliação das zonas de lazer, como é o caso do Parque de Lazer da Praia Seca inaugurado em 2019, a construção de mais zonas desportivas, o recentemente criado trilho ecológico pedestre e ciclável ao longo do rio Ave, a despoluição do Rio Ave e suas margens que outrora foi considerado um dos rios mais poluídos da Europa, a restruturação da Praia Seca com objetivo da mesma ser considerada praia fluvial pela Agência Portuguesa do Ambiente em 2021 e a primeira do concelho de Guimarães.

Este projeto tem como objetivo principal, contribuir para a mobilização da comunidade da Vila de Caldas das Taipas para dar passos firmes na prossecução da Estratégia Nacional de Educação Ambiental nos pilares de descarbonizar a sociedade, transformar a economia circular e valorizar o território. Assim, pretende-se contribuir de forma decisiva na comunidade taipense para a alteração de comportamentos que assegurem progressos em vários Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (Agenda 2030). que dele é feito no longo prazo, é necessário promover a sensibilização, pela capacitação e pela mudança de comportamento dos utilizadores e dos setores económicos, que conjugue a igualdade entre gerações e a qualidade de vida dos cidadãos.

São objetivos específicos do projeto:

  • Encorajar a adoção de comportamentos compatíveis com o desenvolvimento sustentável, incidindo no uso dos modos suaves;
  • Formar e capacitar a comunidade para o uso dos modos suaves, com ganhos de autonomia e reforçando as questões técnicas inerentes ao seu uso;
  • Criar rotinas na comunidade para o uso dos modos suaves nas deslocações pendulares;
  • Dotar e capacitar o território da Freguesia de Caldelas com equipamento de apoio ao uso dos modos cicláveis;
  • Criar grupos promotores do uso dos modos suaves na freguesia, de forma a que estes repliquem e disseminem os conhecimentos e as ferramentas adquiridas em formação.