Skip to content Skip to left sidebar Skip to right sidebar Skip to footer

Brigada Verde

Caldas das Taipas já está inscrita na edição do Eco-Freguesias XXI de 2020/21

Depois de a Freguesia ter recebido o galardão da Bandeira Verde, a Junta de Caldelas inscreveu novamente a Freguesia na 3ª edição do concurso. Neste novo desafio contaremos certamente com todos os Taipenses, à semelhança do que ocorreu na edição anterior.

O projeto das Eco-Famílias XXI regressará e teremos novidades ao nível da constituição de percursos e itinerários, na informação e participação pública e inscrição na campanha Autarquias sem Glifosato, dinamizada pela organização ambiental Quercus.

Para a edição de 2020-2021 do Eco-Freguesias XXI deverão ser feitos alguns ajustes, nomeadamente o aprofundamento da importância de alguns temas, do esclarecimento de dúvidas, troca de experiências e divulgação de boas práticas de sustentabilidade local.

Com a inauguração da 1ª fase do parque de lazer da Praia Seca deu-se o pontapé de saída para os preparativos da participação no concurso Eco-Freguesias XXI. Relembra-se que as atividades a desenvolver incidirão não só nos domínios da sustentabilidade ambiental, mas também na componente social e económica da Freguesia.

A partir de agora estamos todos Eco-convocados!

Apresentação do projeto comunitário “Taipas a Florir”

A Junta de Freguesia de Caldelas – Vila de Caldas das Taipas, a Câmara Municipal de Guimarães, e a Brigada Verde de Caldelas impulsionaram o projeto “Taipas a Florir”. A sessão de apresentação está agendada para o próximo sábado às 10h:30min, no edifício da Junta de Freguesia de Caldelas.

É um projeto pioneiro que envolve moradores, empresas e escolas que trabalham pelo objetivo comum de conservação, manutenção e limpeza dos espaços verdes da Vila das Taipas.

A Junta de Freguesia de Caldelas em parceria com a Câmara Municipal de Guimarães tem vindo a desenvolver um conjunto de ações para dignificar o património natural de Caldas das Taipas e salvaguardar o bom estado de conservação e limpeza dos espaços verdes da freguesia.

Na responsabilidade coletiva de cuidar dos nossos espaços verdes, este projeto pretende que a Vila das Taipas e os nossos jardins sejam floridos e cuidados ao longo do ano.
A ajuda de todos é fundamental.

Inauguração do Parque de Lazer da Praia Seca no próximo domingo

Depois do adiamento devido ao estado do tempo, está assim agendado para o próximo domingo, dia 27 de outubro, pelas 15h00, a inauguração do Parque de Lazer da Praia Seca. Esta iniciativa incluirá o convívio da freguesia, contando com a participação do Grupo dos Amigos dos Reis das Taipas e do Grupo de Cantares da Vila.

Este é um novo espaço verde na freguesia, junto ao Rio Ave, numa intervenção que caminha lado a lado com o lançamento do projeto do Município de Guimarães e Laboratório da Paisagem “o Ave para Todos”, beneficiando um local histórico de utilização ribeirinha, sendo devolvido à população o acesso e usufruto do espaço que está também preparado para momentos de lazer e convívio.

A inauguração contará com a presença do Sr. Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Dr. Domingos Bragança.

A Freguesia da Vila de Caldas das Taipas esteve presente na sessão de lançamento da 3.ª edição do Eco-Freguesias XXI | Greenfest Carcavelos 2019

Nesta sessão apresentaram-se as novidades da 3ª edição do Projeto Eco-Freguesias XXI 2020-2021, através do aprofundamento de alguns temas/indicadores, do esclarecimento de dúvidas e da troca de experiências e da divulgação de boas práticas de sustentabilidade local. Participamos no painel de uma mesa redonda onde se partilharam experiências com outras Freguesias do país.

A Junta de Freguesia vai inscrever novamente a Vila de Caldas das Taipas neste desafio e contará certamente com todos os Taipenses, à semelhança do que ocorreu na edição anterior e nos permitiu ficar muito bem posicionados.
Relembra-se que as atividades a desenvolver incidirão não só nos domínios da sustentabilidade ambiental, mas também na componente social e económica da Freguesia.

O projeto das Eco-Famílias XXI regressará e teremos novidades ao nível da constituição de percursos e itinerários, na informação e participação pública e inscrição no projeto das Autarquias sem glifosato/herbicidas.

Freguesia de Caldelas – Vila de Caldas das Taipas está entre as freguesias com mais Eco-Escolas do País

O Dia das Bandeiras Verdes 2019 decorreu na passada sexta-feira, no Multiusos de Guimarães, com destaque para a distinção das boas práticas ambientais nas escolas de Portugal. Se Guimarães está entre os concelhos com mais Eco-Escolas, a freguesia de Caldelas – Vila de Caldas das Taipas está entre as freguesias com mais Eco-Escolas, com 5 instituições de ensino com Bandeira Verde.

Foi assim atribuído o galardão a 50 escolas vimaranenses e ainda quatro Eco-Agrupamentos no Dia das Bandeiras Verdes, considerado o maior evento da Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE). Destas, 5 são da Vila de Caldas das Taipas, onde às escolas do ensino público, também o Centro Social das Taipas atingiu os pressupostos e obteve a Bandeira Verde, sendo a primeiro instituição do país a obter a Bandeira da Eco-Escola.

O galardão Eco-Escolas resulta da avaliação da qualidade de implementação da metodologia internacional “seven steps”, integrando este trabalho de forma implícita ou explicita na estratégia de educação para a cidadania da escola. Pretende encorajar ações e reconhecer o trabalho de qualidade desenvolvido pela escola, no âmbito da Educação Ambiental para a Sustentabilidade.

ECO-ESCOLAS DAS TAIPAS: Centro Social das Taipas, Escola Básica da Charneca, Escola Básica do Pinheiral, Escola Básica das Taipas e Escola Secundária de Caldas das Taipas.

Remoção de espécies invasoras na Ribeira da Canhota

A Brigada Verde, com o apoio da Junta de Freguesia de Caldelas, promove na manhã deste sábado, a partir das 09h00, uma ação de remoção de espécies invasoras na Ribeira da Canhota.

Nas margens da ribeira da canhota, desde os Banhos Velhos até ao Parque de Campismo foram identificadas espécies invasoras. Agora está na hora de todos nos envolvermos de forma ativa.

A Tintureira daqui a pouco tempo liberta as sementes. A erva da fortuna, apenas com um nó, pode facilmente originar novas plantas. O espanta-lobos produz muitas sementes aladas e as plantas mais jovens também se podem arrancar manualmente. A erradicação do lagostim-vermelho é muito difícil, os danos ecológicos manifestam-se com a sua voracidade, reproduz-se depressa e em grande número, fazendo diminuir a oxigenação da água.

Para esta atividade é necessário que traga um chapéu e água numa garrafa reutilizável. Se tiver disponível, pode trazer uma tesoura de poda. As luvas e o restante material de corte serão disponibilizados.

Trata-se de uma iniciativa de grande importância para a proteção do ambiente pela rápida invasão que estas espécies fazem do território, com efeitos na redução da biodiversidade. Participe.

Abélia (Abelia x grandiflora) – Entrada sul na Vila de Caldas das Taipas

Este arbusto de jardim resulta do cruzamento entre Abelia chinensis e Abelia uniflora, ambos procedentes do leste da Ásia (Japão). É muito ramificado, com ramos arqueados formando uma copa arredondada.

O início da floração é em junho e o fim e setembro. As flores apresentam a forma de sinos, brancas a rosadas com 2 cm de comprimento e geralmente perfumadas. As folhas são ovadas, brilhantes, verdes-escuras, permanentes, com 2 a 6 cm de comprimento.

Esta planta contribui para a criação de dinâmicas associadas à composição e conjugação de espécies ao nível da sua textura, cor, caducidade e floração. Também se pretende criar aqui uma marca distintiva que defina caracteres singulares, nesta que é a entrada mais emblemática da Vila de Caldas das Taipas. (mais…)

Festa do Emigrante com Copos Reutilizáveis

Na Festa do Emigrante utilizaram-se copos reutilizáveis. Embora estivesse uma noite chuvosa, a adesão dos emigrantes à utilização dos copos reutilizáveis foi fantástica.

Como já é habitual na Vila de Caldas das Taipas a cerveja foi disponibilizada em copos reutilizáveis. Este processo é simples e funcionou através do pagamento de uma caução de 1€, que foi devolvida após a entrega do copo.

A Festa lotou o polidesportivo do Parque de Lazer das Taipas. Um espetáculo que se prolongou por mais de três horas, no qual passaram diversos artistas da música portuguesa.

Percebe-se que é urgente tomar medidas para controlar a produção e consumo de plástico de apenas uma utilização.

Esta medida é uma antecipação à lei na qual, a partir do segundo semestre de 2020, existirá a proibição de utilização de pratos, talheres, copos e palhinhas descartáveis.

Também se disponibilizam no recinto contentores para a separação do plástico/metal, de forma a promover hábitos mais Eco conscientes e já sabe: Um copo chega. Reutilize!

Junípero (cedro rastejante) – Entrada sul na Vila de Caldas das Taipas

Junípero (cedro rastejante) – Entrada sul na Vila de Caldas das Taipas

O junípero (Juniperus horizontalis) é um zimbro arbustivo de baixo crescimento com origem no Canadá. Alcançam apenas de 10 a 30 cm de altura, mas espalham-se por vários metros de largura. As folhas jovens são semelhantes a agulhas e, estando dispostas em pares opostos, são semelhantes a escamas, com 1 a 2 mm de comprimento.

Apresenta uma flor cerosa azul-clara pálida e contêm duas sementes e os cones masculinos perdem o pólen no início da primavera. É dióico, produzindo cones de apenas um sexo em cada planta.

A entrada sul, que tem a posição mais relevante na hierarquia da rede viária da Vila de Caldas das Taipas, passará a integrar uma diversidade sazonal, procurando cenários diferentes ao longo do ano. Tem em consideração pressupostos ecológicos e ambientais ao nível das zonas verdes, contribuindo para processos de gestão e manutenção mais sustentáveis a diversos níveis, nomeadamente, o da utilização racional da água. (mais…)

Alecrim (Rosmarinus officinalis) – Entrada sul na Vila de Caldas das Taipas

Alecrim (Rosmarinus officinalis) – Entrada sul na Vila de Caldas das Taipas

O alecrim (Rosmarinus officinalis) é uma erva aromática e os romanos designavam-no como rosmarinus, que em latim significa orvalho do mar.

A parte inferior das folhas é de cor verde-acinzentado enquanto a superior é verde brilhante. Floresce quase todo o ano e não necessita de cuidados especiais nos jardins.

Toda a planta exala um aroma forte e agradável, pois contém tanino, pineno, cânfora e outros princípios ativos que lhe conferem propriedades excitantes, tónicas e estimulantes. Utilizada com fins culinários, medicinais e religiosos.

A sua flor é muito apreciada pelas abelhas produzindo assim um mel de extrema qualidade. (mais…)